O porque é importante achar a si mesma – antes de qualquer coisa.

lake-lakes

Às vezes você se perde.

Se perde em meio aos seus sonhos e aos sonhos de outras pessoas em cima de você. Se perde em cima do que você realmente quer para sua vida e do que é viável – do que todas as outras pessoas da sua idade estão fazendo e vivendo.

E então você tem que parar, e não é tão simples quanto parece.

Você não tem que parar só um dia ou um fim de semana. Você tem que parar por alguns dias. Deixar o piloto automático te guiar enquanto você avalia qual vai ser seu próximo passo. Você acorda e vai trabalhar, chega em casa e logo vai para a faculdade e quando deita na cama para dormir fica olhando para o teto e se pergunta: por que é tão difícil?

O caminho fica difícil porque você se perde. Você percebe que perdeu seus objetivos e não lembra mais o que queria da sua vida há alguns anos. Você percebe então que é hora de traçar novos objetivos e de se achar e com isso você percebe que nesse exato momento você pode se recriar.

Recriar manias que te irritavam em si mesma. O jeito que a timidez te pegava e te irritava. O jeito que você se sentia excluída. Você pode recriar tudo isso.

Porque esse jogo é seu e é você quem vai ficar ao seu lado para sempre. É você que vai se aguentar nos domingos à noite e aguentar o seu mau humor na segunda-feira de manhã porque começou-tudo-de-novo. E você pode recriar isso, recriar o jeito que vê o mundo e que reage quando coisas ruins mas-não-tão-ruins-assim acontecem.

Então se ache e se recrie. Antes de decidir qualquer coisa permanente.

Passe o tempo necessário com si mesma e perceba que se você deve mudar é somente porque você não gosta de certos pontos em você – porque se for por qualquer outra pessoa, simplesmente não vale a pena.

Encontre-se todas as vezes que se perder. E se recrie quantas vezes forem necessárias.

Porque a vida te dá todas as oportunidades e tudo o que você tem que fazer é reaprender a viver – e a ser uma versão melhor de si mesma.

Vanessa Simões, mas pode chamar de Van. 21 anos, formada em Gastronomia e logo em Pedagogia. Apaixonado por internet e contempladora de filmes e séries geeks-ou-não, jogos, música e em assistir receitas e tentar reproduzi-las. Tenta, em seu máximo, acompanhar todas as constantes mudanças e mostrar isso às outras pessoas.