Documentário: O Lado Negro da Moda

A gente percebe que representatividade é importante quando sente a falta dela em modelos e atores negros na mídia brasileira e nas telenovelas.

cabelo1

Como eu disse no post aqui, meu trabalho de conclusão do curso de jornalismo foi uma monografia que analisou a representação da mulher negra nas revistas de noivas do Brasil, mas antes de colocar em prática as leituras e propriamente, começar a escrever, fiz esse documentário junto com outras duas alunas, Camila Vieira e Isabella Feitosa, para a matéria de Documentário na Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação – FAPCOM.

Coletamos informações e relatos de profissionais da área da comunicação, psicólogo e meninas negras para contarem suas experiências  e percepções de como o número de negros ainda é vergonhosamente inferior aos brancos, seja na novela, nos bancos de imagens ou nos desfiles de moda.

Para quem se interessou aperte o play:

 

Jéssica Severo, mas pode chamar de Jess. Tem 25 anos, mora em SP, jornalista, aquariana e apaixonada por internet. Doida por fast-fashion, fast-food e produtos de beleza.